Pesquisar este blog

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

::RADIO JAPOATA FM::

::RADIO JAPOATA FM::

Novo site da JAPOATÃ FM

sábado, 17 de setembro de 2011

FARDAMENTO PARA OS ACS DE ARACAJU

O uniforme identifica o profissional que o está usando. Quando um ACS visita uma casa, a família visitada espera poder identificar quem está ali para lhe servir e quem está ali para ser servido como ele. Quando utilizamos o uniforme passamos confiança ao usuário do PSF, para que ele nos deixe entrar na sua casa e saber sobre a sua família. Além, de passar a impressão que somos organizados e que vestimos a camisa.

São tantas as vantagens do uso do uniforme por aqueles que desejam ser identificados , até mesmo dentro da unidade de saúde é bem mais fácil de identificar o ACS para que ele possa orientar o paciente.

Quando exercemos uma função que nos dá prazer e compensação, ficamos felizes com esta situação e não nos envergonhamos dela, muito pelo contrário, nos orgulhamos. Da mesma forma, sentimos prazer ao fazer parte de uma equipe vencedora, queremos ser identificados como membros desta equipe. E para isso, é necessário o uso da farda.

Quanto à obrigatoriedade do uso do uniforme nas empresas é sabido que seria abuso do empregador obrigar a utilização de uniformes que exponham o empregado ao ridículo ou a humilhação, ou que atinja a sua personalidade ou intimidade, ou que não esteja adequado ao tipo de função que exerce o profissional. No caso dos Agendes de Saúde, muitos não receberam ainda o fardamento que o identifica com o nome da função, recebem apenas esporadicamente camisetas de propaganda de doenças ou campanhas relacionadas à saúde em gera. Seria normal o uso dessas camisetas, se fosse alternado com o fardamento, para uso apenas em dias de campanhas ou eventos, mas o uso diário dessas camisetas como se fosse substituta de fardamento torna comum e o ACS é facilmente confundido com qualquer outro cidadão que também usa essas camisetas promocionais, que deveria ser de uso exclusivo dos funcionários da saúde com algum item que o identificasse.

O ACS não recebe crachá, não recebe fardamento (alguns concursados nunca receberam o fardamento original), sempre cobrando a farda aos gerentes de unidade e a Secretaria de Sáude. Os dados de medidas, números de calçados dos ACS já estão na Secretaria, pois ano passado e nesse ano foi solicitado de todos os ACS. Chegando a ter reuniões em que representantes da Secretaria anunciou que a farda estava já no almoxarifado e seria entregue em breve, mas até hoje não chegou.

Uma equipe vitoriosa geralmente se orgulha de vestir a farda do time que representa é assim que se sente o ACS, uma equipe que trabalha, e obtém vitórias junto a população e que teria orgulho em representar o município vestindo a farda. Além do orgulho, o uso da farda protege o ACS de perigos que possam ocorrer na rua, na área, identificando-o como servidor público em serviço. As únicas pessoas que não se orgulham de usar fardamento são pessoas insatisfeitas com a equipe que trabalha, que não é o caso dos ACS. os presidiários, uma pessoa feliz com sua profissão não relutará em usar o uniforme da equipe. QUEREMOS NOSSO FARDAMENTO E NOSSOS DIREITOS RECONHECIDOS E REMUNERADOS.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

PROGRAMAÇÃO DA VII MOSTRA PLURIARTÍSTICA NOVEMBRO NEGRO

 

VII Mostra Pluriartística novembro negro

"Educação, cultura, arte e direitos humanos"

2011 - 10 anos de realização

 

15/11/11

Novembro Negro no Espaço Cultural da Assembléia Legislativa

            Local: Assembléia Legislativa do Estado de Sergipe

Participantes: Coletivo de Artistas Afro-Descendentes

                       Associação dos Artesãos de Barra dos Coqueiros

                                   Antônio Cruz

                                   Gustor

Período: 15/11 a 15/12/11; Visitação: seg. a sex. 08h às 18h;

 

07 a 17/11/11

CineSesc - Novembro Negro – Mostra de Filmes sobre a História e Cultura Afro-Brasileira

Exibição: 09h, 12h e 14h30 (Agendamento pelo telefone 3216 2726)

Local: SESC Centro

 

10/11/11

Abertura da 7ª Mostra Pluriartística Novembro Negro

            Local: Mirante da 13 de Julho

19h     Apresentação da Orquestra Sanfônica de  Aracaju – A confirmar

20h     Inauguração da Exposição Ver Nome da Exposição

Por: AAPLASA – Associação dos Artistas Plásticos de Aracaju

       Antônio Cruz

       Gustor     

            Período: 10 a 23/11/11; Visitação: seg. a sex. 09h às 19h; sab., dom. e feriado 09h às  15h.

20h30 – Sarau Poético – ASCORESE e Convidados

                          Música Afro-Brasileira - Tônico de Ogun – Canto aos Orixás

 

 

         Seminário Educação, Cultura, Arte e Direitos Humanos

            Local: Auditório da Faculdade São Luís de França  -  16 a 18/11/10

 

16/11

            Manhã

08h -     Apresentação Cultural

08h30 - Abertura

09h  -    Palestra: Educação, Cultura, Arte e Direitos Humanos

             Palestrante – Iran Barbosa – Confirmado

09h50 - Debate

           

            Tarde

Mini-Curso

            14h  -    "Metodologia do Ensino da Cultura Negra"

                         Por: Severo D'Acelino – Confirmado

            14h  -   "A Capoeira como Horizonte Libertário"

                         Por: Prof. Black Malê – Confirmado

           

            Oficinas Temáticas

                        14h  -   Iniciação à Xilografia

                                   Por: Msc. Marjorie Garrido – Professora Depto. Arte-Design/ UFS - Confirmado

                        14h -    Cordel - Literatura Popular

                                    Por: ASCORESE – Confirmado

 

            Noite

            Mesa Redonda

                        19h -    Desafios da Institucionalização da Lei 10.639/03 na Educação Básica

                                   Coordenação: Nadia Maria da Silva Cardoso – Diretora da DEA - Confirmado

                                    Participantes: Luis Fausto Valois MP - Confirmado

                                                          SEED – Confirmado

                                                          SEMED – A confirmar

 

17/11

            Manhã

                        08h -     Apresentação Cultural –

                        08h30 - Tema: Cultura, Educação e Direitos Humanos

                                     Palestrantes - Maria Batista UFS – A confirmar

                                                           Betinho – A confirmar

                        10h -     Debate

            Tarde

            Mini-Cursos

                        14h    O Ensino Religioso e Lei 10639/03 -

                                     Por: Profa. Maria Angélica de Oliveira – Confirmado

                        14h -     Tema - A confirmar

                                     Por: Fernando Aguiar – SEED - Confirmado

            Oficinas Temáticas

                        14h  -   Iniciação à Xilografia

                                   Por: Msc. Marjorie Garrido – Professora Depto. Arte-Design/UFS - Confirmado

                        14h -    Cordel - Literatura Popular

                                    Por: ASCORESE – Confirmado

            Noite

                        19h  -   Vídeo Debate sobre filme "Vista minha Pele"

                                   Coordenador: Prof. Marcus Vinicius – Faculdade São Luís

 

18/11

            Manhã

                        08h -     Apresentação Cultural

                        08h30 - Tema: Arte, Educação e Direitos Humanos

                                     Palestrantes – Antônio Cruz - Confirmado

                                                           Wolney Nascimento Santos - Confirmado   

                        10h -    Debate

 

            Tarde

            Mini-Cursos

                        14h  -  "Territórios de Africanidades e Culturas Africanas em Sergipe" 

                                    Por: Prof. M.Sc. Genésio José dos Santos – Dep. de Geografia/UFS. - Confirmado

                        14h –   Tema - A confirmar

                                    Por: Marta Sales - A confirmar

            Oficinas Temáticas

                        14h  -   Iniciação à Xilografia

                                   Por: Msc. Marjorie Garrido – Professora Depto. Arte-Design/UFS - Confirmado

                        14h -    Cordel - Literatura Popular

                                    Por: ASCORESE – Confirmado

            Noite

                        18h30 - Apresentação Cultural

                                     Música Afro-Brasileira - Tônico de Ogun – Canto aos Orixás

                                     Grupo de Capoeira CE José Alves do Nascimento

                        19h -    Sarau Poético Cultural

             Coordenador: Marcus Vinicius

             - Lançamento de Livros

             No Silêncio das Palavras – Zumbi o Sonho da Igualdade Racial

             Josineide Dantas – Gigi – Confirmado

             Sessão de Autógrafos

             Livro(s) Severo D'Acelino

                                     Participantes:

 Centro Acadêmico de Letras – Faculdade São Luís – Confirmado

 Jorge Dissonância Música e Poesia – A confirmar

 ASCORESE – Cordel - Confirmado

 JOBY'S – Poesia - A confirmar

 Gilda Costa – Poesia - Confirmado

 Ewerton Rolareta – Música - Confirmado

 Grupo Corda Vocal – Música - A confirmar

 

18/11/10

            5ª Caminhada Estudantil Pela Consciência Negra - Confirmado

Por: Diretoria de Educação de Aracaju

Local: Concentração – Praça Camerino

Encerramento - Praça Fausto Cardoso

Horário: 15h

 

            2º Sarau Cultural/Artístico- Confirmado

Por: Diretoria de Educação de Aracaju

Local: Praça Fausto Cardoso

Horário: 16h

 

20/11/10

            Novembro Negro na Praça da Liberdade            

Local: Praça da Liberdade – Bairro América (antigo presídio)

Horário: 08h às 22h

- Exposições:

  - Produção da Oficina de Artes Visuais da AAPLASA

  - Produção de Oficina de Iniciação à Xilografia

  - Produção de Oficina Cordel - Literatura Popular

- Roda de Capoeira:

  - Grupo de Capoeira Cobrinha - A confirmar

- Teatro:

  - Grupo - A confirmar

- Música:

  - Tonico de Ogum – Percussão - A confirmar

  - Grupo de Pagode "Oficiais do Samba" - A confirmar

- Poesia:

  - ASCORESE - A confirmar

  - José Bispo dos Santos – Joby's (poesia e mural poético) - A confirmar

 

 

 

             

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

DESFILE CÍVICO: INDEPENDÊNCIA OU MORTE

Em comemoração ao dia da independência do Brasil o 7 de setembro, que na realidade não se sabe o que de fato aconteceu as margens do rio Ipiranga, se foi um grito de dependência ou uma cagada desordenada, A historia oficial é oficiosa, mas deixemos este relato para os historiadores e não os contadores de história.
            Estive na avenida para ver o desfile e percorri toda ela até chegar à praça da bandeira, passando pelo palanque oficial o QG das “autoridades”, como sempre vi crianças inocentemente embalando suas bandeirinhas sem saber o que o futuro lhe reserva, idosos com a sensação de dever comprido aplaudem lentamente com suas mãos calejadas pelo tempo quem pela avenida passa, além de políticos oportunistas que pegam carona  e acenam aleatoriamente ao vento. Passam também pela avenida jovens bombados exibindo seus corpos “NÙS” esculpido pelos anabolizantes, um detalhe só andam em bandos feitos homens da caverna, enfim o desfile da independência é um mosaico para todos os gostos.
            Como sempre o desfile militar e dos expedicionários dão um show a parte, sobretudo o desfile militar  que não perde sua hegemonia nos surpreendendo a cada ano com o seu arsenal  bélico que a população só ver na corrente data e sente falta no seu cotidiano.
            Os desfiles das escolas publicas na sua minoria também dão seu show a parte trazendo o que há de mais belo e humano de um desfile cívico na sua essência, agora o mais triste é ver uma grande parte das escolas que não foram tantas assim entoares ritmos de Axé e afoxé  como se estivéssemos em pleno carnaval baiano, com sons de Ivete Sangalo a parangolé. As escolas passam como se estivessem marchando e não desfilando, se fosse musicas sergipana se toleraria, é triste verificar esta total ausência de identidade cultural e cívica.
            O grito dos excluídos na sua 17° edição, organizado pelos movimentos sociais e encabeçado pela igreja católica se fez presente mais uma vez  na avenida com suas mensagens de protesto, mais falando de amor, paz, fraternidade, terra e direito a vida. O grito não é mais o de outrora, em outros governos a participação era bem maior do que se viu, pois os movimentos estão cada vez mais fragmentados, diluídos, divididos e R$ 100,00 identidades, ao passo que só foram  para as ruas os inconformados ( será que eles sabiam o que estavam fazendo ali?)  por que os demais MANIFESTANTES estão bem acomodados e lotados em alguns gabinetes e momentaneamente esqueceram os movimentos.
            Até a igreja com toda a sua hegemonia e exercito de devotos estavam em menor número que em anos anteriores, o MST que historicamente envermelhava a avenida não é mais o mesmo, o que se  viu foi meia dúzia de bandeiras carregadas por insistentes militantes e um carro importado (HONDA CIVIC) servindo de apoio logístico “QUEM TE VIU, QUEM TE VÊ MST ”.
              Um paredão humano de policiais militares foi formado a fim de limitar o grito dos excluídos e conseguiram com êxito, fato que não víamos em outros tempos, pois o movimento era forte e homogêneo. Em outros tempos teríamos rompido este paredão desumano, o que está faltando hoje são lideranças e compromisso, pois o que se ver hoje nos movimentos são burocratas.
            O mais hilário deste desfile foi ver no mesmo palanque o vice-governador Jackson Barreto e a presidente do tribunal de contas Isabel Nabuco, inimigos no passado e tão próximos no presente.  
            E viva a dependência dos independentes, a democracia da demagogia, a indecência dos indecentes, onde a falsidade reina no ninho das serpentes e das hienas, onde tudo é permitido e onde tudo covém.


Carlos Augusto Reall.
       Poeta e Educador social. 

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

SERGIPANO GANHA R$ 63 mi DA MEGA SENA

E aí! Já conferiu a Mega-sena? O prêmio saiu para um apostador de Aracaju. O sortudo ou sortuda levou mais de R$ 63 milhões. Os números sorteados foram 01-27-29-38-50-52.
Parabéns.

oi

;

COPIE O LINK


Ocorreu um erro neste gadget

ON

Link-me

blog Pictures, Images and Photos" border="0" />

giro pelo mundo

La isla Bonita